Por: Anderson Kreutzfeldt | 08/01/2014

blog-carmat

Cirurgiões franceses implantaram com sucesso o Carmat, um coração artificial definitivo, em um paciente humano pela primeira vez. O implante aconteceu no final do ano passado e é o único a reproduzir o movimento natual das correntes sanguíneas do corpo humano.

O aparelho combina componentes mecânicos e tecido cardíaco de vacas e foi desenvolvido para durar até cinco anos. Até então, os corações artificiais padrão só podem ser utilizados por um curto período, porque danificam as células do sangue e o material plástico pode causar coagulação.

Já o novo coração artificial responde às necessidades fisiológicas do paciente (como quando ele quiser correr, por exemplo, aumentando a frequência cardíaca) e  possui câmaras flexíveis que empurram o sangue para o sistema circulatório. Ah,  e graças aos tecidos de coração bovinos utilizados, também evita o risco de coagulação.

A desvantagem, no entanto, é que o novo coração artificial pesa quase um quilo e custa algo próximo de 500 mil reais.

via SuperInteressante