Por: Ricardo Daniel Treis | 4 anos atrás
canarinho

O clá$$ico amarelinho – Foto original por Luciano Piske

Por Natália Trentini, n’O Correio do Povo de hoje.

Mais uma rodada de debate sobre o reajuste da tarifa de ônibus reuniu técnicos do setor de Trânsito e representantes da empresa Canarinho no final da tarde de ontem. Antes de estabelecer um índice, a Prefeitura quer tirar todas as dúvidas sobre a planilha, apresentada pela concessionária como base para solicitação de aumento de 15% nas passagens. A administração já havia anunciado que havia divergências, principalmente na base de cálculo, e agora solicitou a apresentação de informações mais detalhadas.

Na visão do secretário de Urbanismo, Ronis Bosse, é preciso ter certeza da origem de cada número apresentado para que o reajuste possa ser justificado perante a população. (…) Tudo será avaliado e precisará ser comprovado, desde as despesas com mão de obra até os gastos com o abastecimento da frota e manutenção.

Atuando like a Bosse! Do outro lado, a Canarinho tem feito jogo aberto e compartilhado todas informações solicitadas. A busca, segundo Décio Bogo, diretor-administrativo da empresa, é “ter a convicção e certeza de que vai ter equilíbrio da tarifa”. Hoje mesmo novos dados serão entregues, apresentando números individualmente. Não há data para que o índice de reajuste seja estipulado, mas a expectativa é que o debate termine semana que vem.


Leia aqui a matéria completa.