Por: João Marcos | 23/01/2013

Não só ele como toda a população, matéria no jornal da manhã de hoje d’O Correio do Povo mostra a precariedade do único Terminal Urbano da cidade.

Sim, essa é a pia do banheiro masculino

Enquanto a funcionária lava os panos em um tanque na entrada do banheiro masculino do Terminal Urbano de Jaraguá do Sul, passageiros entram e saem do local. Alguns estranham a presença da mulher, outros já parecem acostumados com a cena.
A verdade é que o tanque está em local inadequado, e foi um dos fatores que chamou a atenção do prefeito, Dieter Janssen, que passou a frequentar o terminal e linhas de transporte coletivo desde que assumiu a administração. “Isso tudo faz parte da análise do comitê de mobilidade, são detalhes que podem melhorar para tornar o ambiente mais aprazível para as pessoas”, disse.

Ainda nos banheiros, a falta de manutenção chama atenção. Na ala masculina, são colocadas pastilhas de naftalina no mictório, que se misturam à urina e deixam um cheiro forte no ar. No lado das mulheres, as privadas não têm tampa nem assento sanitário, falta papel higiênico nos banheiros individuais e não tem sabonete nas pias, entre outros detalhes como portas e azulejos quebrados.

Quem utiliza o banheiro é pela necessidade. O aposentado, Celso Antunes, 61 anos, só usa o banheiro quando não tem outra saída. “O cheiro é muito ruim, a gente vai porque é obrigado. Eles aumentam a passagem, cortam para quem tem menos de 65 anos, deveria ser melhor”, comentou.