Por: João Marcos | 06/06/2013

Segundo denúncias, o Prefeito Marcelo Pamplona (PT), de Santa Cruz do Arari, na Ilha do Marajó, no Pará, está promovendo uma onda de extermínio de cães na cidade. Marcelo Pamplona teria oferecido R$5,00 para cada cão macho e R$10,00 para cada cão fêmea capturada e entregue a prefeitura. Os cachorros seriam exterminados ou abandonados em uma ilha, sem água ou comida.

A prática, rentável para a população carente, além do extermínio de cães de rua, acabou por estimular o roubo de animais de estimações, sendo pegos mesmo estando dentro da casa de seus donos. Dizem que até o momento mais de 300 cães já foram exterminados.

O prefeito Marcelo Pamplona confirmou a captura dos animais, negou o extermínio e afirma que a caçada deve continuar. Segundo ele a cidade está tomada por cachorros, que defecam nas ruas e porta das casas, por isso decidiu enviar os cães para a zona rural – só não disse exatamente as vilas. “A gente vai continuar fazendo isso até não ter mais cachorros andando nas ruas. Quem tiver o seu que cuide e cuide dele em casa”, ressaltou.

Assistam a matéria:

[youtube_sc url=”http://youtu.be/WskU6o_wWCs” width=”640″ autohide=”1″]

É tão absurdo e ridículo que nem sei por onde começar a tecer os comentário, mas uma frase que li no blog de onde retirei essa informação resume bem o pensamento:

“Para os animais os nazistas somos nós”.