Por: Isah Sanson | 6 anos atrás

Um trecho da crônica de Luiz Carlos Prates que foi publicada na coluna dele, no Correio do Povo de hoje:

Em todas as esquinas você encontra um atrasado mental com o som nas alturas dentro de um automóvel. O “abobado da enchente” pensa que é o tal, na verdade falta-lhe uns bons tapas para aprender a ser gente. Todo o sujeito com o som alto no carro tem que ser “parado” por alguém, de um modo ou de outro…
Não se o pode deixar livre. Ele tem que aprender a respeitar o sossego alheio. O que me deixa pasmado (é pasmado, não é pasmo, pasmo não existe) é que esses abobados do som no carro ainda conseguem namorada. Imagina o nível…

Compartilho do mesmo espanto.