Por: Ricardo Daniel Treis | 29/10/2012

O amor próprio e ainda umas outras coisas da vida explicadas nessa caprichada animação francesa.