Por: Cláudio Costa | 3 anos atrás

Audi e Porsche apresentaram no Salão de Frankfurt, na Alemanha, soluções para os principais problemas dos carros elétricos: autonomia e tempo para a recarga das baterias. A ironia é que a apresentação das tecnologias ocorre em meio ao escândalo dos veículos movidos a diesel da Volkswagen na Europa e nos Estados Unidos.

Os protótipos apresentam pelo menos 500 quilômetros de autonomia. A produção em série dos dois modelos não foi confirmada. Se a tecnologia for repassada para as linhas de montagem, será um sinal de que haverá viabilidade na eletrificação automotiva.

O Mission E, da Porsche, tem uma bateria capaz de ter 80% da carga em apenas 15 minutos – isso em tomadas comuns. Uma recarga total leva cerca de meia hora, segundo o fabricante. O motor tem potência de 600 cavalos. A data de lançamento da “versão de rua” não foi divulgada.

A Audi, que também pertence ao Grupo Volkswagen, levou o e-Tron Quattro, que dará origem a um carro totalmente elétrico. O SUV da marca das quatro argolas deverá ser batizado de Q6 e começa a ser fabricado em 2018. Segundo a montadora, o utilitário esportivo terá autonomia superior a 500 quilômetros.

Audi e-Tron Quattro tem autonomia de 500 quilômetros. Foto: Divulgação

Audi e-Tron Quattro tem autonomia de 500 quilômetros. Foto: Divulgação

Porsche Mission E vem para encarar o Tesla
O Mission E conseguiu roubar a cena do novo Porsche 911, agora com motor turbo. O protótipo elétrico da marca alemã foi feito para concorrer com os Tesla. Ele é repleto de tecnologia e também um belo design, que o deixou parecido com o próprio 911.

Porshe Mission E vai concorrer com os Tesla

Porshe Mission E foi desenvolvido para concorrer com os Tesla

De acordo com dados divulgados pela Porsche, o Mission E vai de 0 a 100 km/h em menos de 3,5 segundos. O protótipo chega a 200 km/h abaixo dos 12 segundos. Mas há outros números tão ou mais importantes: a autonomia chega a 500 quilômetros, graças ao sistema elétrico de 800 volts, o dobro do usual.

Esse recurso possibilita redução do tempo de recarga (80% da recarga é feita em 15 minutos, informa a Porsche), e permite a utilização de cabos mais finos e, portanto, mais leves. O reabastecimento pode ser feito por cabo conectado à lateral da carroceria ou por indução. Nesse caso, basta instalar uma bobina no piso da garagem. A recarga será automática e feita quando o veículo estiver estacionado.

Com tração distribuída pelas quatro rodas e bateria instalada na parte inferior da carroceria, entre os eixos, o Mission E foi projetado para ter alta estabilidade, graças ao baixo centro de gravidade. O protótipo traz dois motores, semelhantes aos que equipam o 919 hybrid, vencedor da 24 Horas de Le Mans (França) deste ano.

e-Tron Quattro quer se privilegiar da energia solar

Protótipo da Audi tem três motores

Protótipo da Audi tem três motores

A Audi levou ao salão um protótipo elétrico capaz de rodar mais de 500 quilômetros sem reabastecer. O e-Tron Quattro, informalmente chamado de Q6, tem três motores (um para as rodas dianteiras e dois para as de trás), capazes de gerar 432 cavalos e atingir 500 cavalos no caso de overboost, potência suplementar para ultrapassagem.

A tração nas quatro rodas é monitorada por um gerenciador de torque. Em estradas sinuosas, por exemplo, o sistema pode variar a força enviada a cada uma das rodas de trás. Além disso, todas são direcionais. Dependendo da situação, as traseiras esterçam na mesma direção das dianteiras, ou mesmo no sentido contrário.

Fonte: Jornal do Carro