Por: Ariston Sal Junior | 4 anos atrás
Reprodução/Internet

Reprodução/Internet

“É dos cafajestes que elas gostam mais…”, já dizia o ditado que não é de hoje. Tal preferência é atemporal e independe de cultura. Parece que esse fenômeno ocorre em todo canto do mundo, e o motivo disso pode ser realmente explicado no estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Texas, que usaram as damas como cobaias.

A questão toda está nos hormônios femininos e na bagunça que eles provocam na capacidade de julgamento durante ovulação. Segundo a pesquisa, nesse período, os hormônios acabam influenciando a visão das mulheres sobre o que é um bom parceiro em potencial. Em regra, elas optam pelo tipo bonzinho e confiável para terem relacionamentos de longa duração, mas, na ovulação, elas acabam escolhendo o bonitão e sensual, pois inconscientemente sabem que uma genética dessa lhe dará boas crias (filhos bonitos).

A pesquisa foi a seguinte: nos períodos de alta e baixa fertilidade, as participantes do estudo foram apresentadas a imagens de homens certinhos e confiáveis e do tipo bonitão e sexy, para julgá-los se dariam bons pais para seus filhos. Resultado: no primeiro período, elas acharam que o homem mais sexy contribuiria mais para as tarefas domésticas, cuidar do bebê, comprar alimentos e cozinhar. Segundo Kristina Durante, uma das autoras do experimento, nesse período “as mulheres se iludem em pensar que os bad boys se tornarão parceiros dedicados e pais melhores, tornando o Sr. Errado no Sr. Certo”.

Mas o engraçado foi que essa confusão entre razão-instinto só servia para elas mesmas, ou seja, quando interrogadas se esse tipo de homem seria um bom pai caso tivessem um filho com outra mulher, elas eram rápidas em apontar os seus possíveis defeitos. No entanto, se elas próprias fossem a mãe, a coisa mudava de figura e os bad boys viravam um ótimo pai para seus filhos.

Conclusão: mulheres, saibam quando estão no topo do seu período de ovulação para não se deixarem encantar por qualquer bonitão-cafajeste! Nessas horas, corram, antes que os óculos da ovulação tratem de fazer a sua cabeça!