Por: Zeca Jr | 4 anos atrás
Foto: Shéris Sartori

Foto: Shéris Sartori

Nostalgia Pura

Os mais experientes irão sentir saudades do tempo que usávamos “uniforme de gala” para ir pro colégio (camiseta de malha, shorts e agasalho de elanca, só eram permitidos nas aulas de Educação Física, porém, tínhamos que tirar o uniforme de gala no vestiário e ao final da aula colocá-lo novamente ao término da mesma).

No início dos anos 80, o uniforme do Colégio São Luís (Marista) era camisa de manga comprida azul claro, num tecido chamado tergal e a calça era um xadrezinho preto e branco (para os mais entendidos em moda, Pied Poule).

Nesta época, o que bombava na cidade eram as festinhas de garagem, onde o ritmo que comandava era a música lenta e poucos grupos arriscavam-se em produzir festas públicas (Bebiquieto – acessar facebook), surgia no cenário musical uma tal de Madonna e um outro cara que dançava alucinadamente, chamado Michael Jackson, mas ainda ninguém se arriscava a protagonizar seus passos de dança nas festinhas da moçada.

Foi bem nesta época, que nosso amgo César Silva (leia-se Boate do Motódromo, Cäesar´s Club, Notre Dame, Notre, Deep Choice Club e Jump – segue a ordem cronológica), começava a engatinhar na noite.

As novidades pra galera mais descolada, eram semanalmente transmitidas por Venilton Cláudio da Silva, em sua coluna New Set no Jornal A Gazeta.

Não posso esquecer de falar da Boate do Baependi, que reunia a high society da cidade em suas festas esporádicas (mas este capítulo, vou deixar para falar em outra hora).

Falo isso com um profundo sentimento saudosista, pois acompanhava toda essa movimentação de fora, pois ainda não havida adquirido a independência dos meus pais, pois estava no início da minha adolescência, mal sabia eu, que no futuro estaria envolvido com as coisas da noite jaraguaense.

 

Uniforme de gala do Colégio São Luís (Marista) até o início dos anos 80, composto de camisa azul e calça no padrão pied poule.

Uniforme de gala do Colégio São Luís (Marista) até o início dos anos 80, composto de camisa azul e calça no padrão pied poule.

 

Nostalgia Pura II

Preparei todo esse clima nostálgico para iniciar a coluna dessa semana, pra dizer que o amigo Fabio Soró está preparando para o próximo dia 25 de outubro, o 1º Encontro de Gerações, que irá acontecer no lugar que foi palco das festinhas mais alucinantes dos anos 80 que é o Beira Rio Clube de Campo.

O agito todo está marcado para ter início às 17h. com jantar (incluso no valor do ingresso), VJ com som dos anos 80 e 90 e apresentação da banda Patifaria.

Os ingressos serão vendidos somente antecipadamente no Café Rock Bar (João Pícolli, 166), ou com o amigo Soró pelo telefone (47)9127 2911.

 

Foto 02 (1)

Os Chefes

Para a galera do rock e do blues, todos os caminhos apontam nesta sexta-feira (26), para a Lico, onde a banda Os Chefes, faz sua apresentação.

Na bagagem muitas histórias pra contar e no repertório os clássicos de todos os tempos com uma roupagem que é própria da banda.

Informações e reservas podem ser feitas através do telefone (47) 3054 0855.

 

Banda Os Chefes é atração principal dessa sexta-feira, dia 26, na Lico.

Banda Os Chefes é atração principal dessa sexta-feira, dia 26, na Lico.

 

Sertanejo Dose Dupla

Patuá Music agitando para este sábado (27) a festa Double Sertanejo que trará para o palco da casa, como atração principal da noite, os cantores Léo Lima e Alysson Rocha.

Até a uma da manhã a festa rola no estilo open bar, oferecendo aos frequentadores da casa, cerveja e vodka Smirnoff na faixa.

Na continuação da noite, o DJ Matheus Rodrigues mandando ver todos os sucessos que são os grandes hit´s das pistas na atualidade.

Os ingressos antecipados no Mime Matriz, Villa Restaurante e Choperia e no Idali Pub Guaramirim.

Informações e reservas de mesas e camarotes, nos telefones: (47) 9992 6334, (47) 9973 3866 e (47)3054 0800.

 

Os sertanejos Léo Lima e Alysson Rocha, fazem seu show na Patuá Music, no sábado dia 27. (foto original Léo Lima – César castro, Alysson Rocha – Divulgação. Montagem Zeca Jr.)

Os sertanejos Léo Lima e Alysson Rocha, fazem seu show na Patuá Music, no sábado dia 27. (foto original Léo Lima – César castro, Alysson Rocha – Divulgação. Montagem Zeca Jr.)

 

No Sacra

O agito todo do final de semana  no “melhor bar do mundo”, tem início na quinta-feira (25) com a já conhecida banda Camaleão Robô, que voltam a se apresentar na casa com seu duo acústico, formado por Tiago nos vocais e Lenílson na guitarra, com muito rock e blues, dando uma palhinha do que será o show com a banda completa na Patuá dia 18/10 no Sacra Rock Stage.

Na sexta-feira (26), quem sobe no palco do Sacra é a banda Setor 5 de “Barravas Beach”,  para agitar legal a já famosa Sacra-Feira. Para quem ainda não conhece a banda, a Setor 5, foi a única banda catarinense a se classificar entre as Top 12 no programa Breakout Brasil 2014 do canal Sony.

Para ver, clique aqui!

No sábado (27), para fechar o final de semana com chave de ouro, o trio acústico da banda Deserta formado por Uly, Thirray e Renato. Os frequentadores do Sacra sabem que eles dispensam maiores e qualquer apresentação, e também são presenças confirmadas no primeiro Sacra Rock Stage.

 

Uly Penso e sua banda Deserta, são as atrações desse sábado (27), no palco do Sacramentum Pub.

Uly Penso e sua banda Deserta, são as atrações desse sábado (27), no palco do Sacramentum Pub.

 

 Blackbird

Para o pessoal que curte um rock mais alternativo, de boa qualidade, fica a dica para curtir nesta sexta-feira (26), no Blackbird, show com a galera da Gulliver, que é formado por um pessoal de Blumenau e Timbó, e que apresentam um set com os hits do Arctic Monkeys, Strokes, Franz Ferdinand, Placebo, The Killers, Kaiser Chiefs, Bloc Party, The Hives, Queens Of The Stone Age, Muse, Weezer, Oasis, Coldplay, Beatles, Los Hermanos, Cake, Blur, Beastie Boys, entre outros.

No sábado (27), o agito fica por conta de Zoschke, formado pelos irmãos James e Camila Zoschke que farão um revival em formato acústico de toda trajetória do Madeixas, uma das bandas mais bacanas já surgidas em Santa Catarina!”

O Blackbird abre suas portas às 21h e é um espaço destinado somente para maiores de 18 anos.

 

Na foto, a banda Madeixas, que será tema de revival neste sábado no Blackbird

Na foto, a banda Madeixas, que será tema de revival neste sábado no Blackbird

 

Brasil com Z?

Pois é galera, foram alguns questionamentos do tipo: “Pô Zeca, você Professor, escrever o nome da coluna Por Acaso com Z”?

Garanto a vocês que com isso não estou querendo antecipar a nova proposta feita por uma nova comissão do Senado Federal, que sugere a simplificação da ortografia e que tem gerado muita polêmica. Para quem não sabe ainda, a proposta sugere que certas palavras sejam escritas conforme a forma com que são pronunciadas, ou seja: OJE, CAZA, EZERSÍSIO, QEIJO e ELICÓPTERO.

O lance do nome da coluna é associar meu apelido (Zeca – com Z), ao nome Por Acaso, para isso ficar bem claro, a grafia do Z está em letra maiúscula.

Bom, se o mundo todo pode escrever Brasil com Z, porque não podemos escrever o nome da coluna dessa forma?

 

 Nem a intitulada “brazilian bombshell” Carmen Miranda, escapou dessa. Nossa representante (embora portuguesa de nascimento, na terra do “Tio Sam” rendeu-se a grafia do Brasil com Z.

Nem a intitulada “brazilian bombshell” Carmen Miranda, escapou dessa. Nossa representante (embora portuguesa de nascimento, na terra do “Tio Sam” rendeu-se a grafia do Brasil com Z.

Gente & Fotos

Final de semana que passou agitado, com Dazaranha, Sacramentum, aniversário do Blackbird, Spyzer…
Registrei com minha câmera, alguns lances dos lugares onde marquei presença.