Por: | 9 anos atrás

seguranca nacional

Quem passou pela frente do Teatro Municipal de Pomerode nesta quarta-feira (7/4) imaginou estar dentro de um filme de guerra. Soldados do Exército Brasileiro se posicionaram como se estivessem prontos para uma guerra, mas objetivo da missão era outro: ambientar o lançamento do primeiro thriller brasileiro de ação. O filme Segurança Nacional, do diretor catarinense Roberto Carminatti, teve pré-estreia na cidade mais alemã do Brasil, município-sede da Cativa Têxtil, patrocinadora do longa-metragem. Centenas de convidados participaram da noite especial e, depois de assistirem à produção, tiveram a chance de um bate-papo agradável com o responsável pelo trabalho.

A presença do Exército Brasileiro foi além da figuração. A corporação teve participação importante na composição do filme. “Todas as informações, cada detalhe, foi conversado com o comando do Exército, para que a realidade ficasse explícita”, diz o diretor. E não houve qualquer tipo de censura. “Não me ative aos segredos da corporação, mas perguntei se ficaria muito fora da realidade a criação de um abrigo nuclear para o presidente da república. Como a resposta foi negativa, mantive essa cena”, revela.

A película traz no elenco atores de renome nacional. Mas aposta também em artistas estrangeiros, que vivem personagens colombianos, traficantes que querem ingressar com drogas no Brasil aproveitando-se da pseudo-facilidade de tráfego pela Amazônia. Todos com primorosa atuação, mas nada comparado à verdade exposta pelo consagrado Milton Gonçalves no papel do presidente da república. “O papel foi escrito para ele. Ele era o presidente que eu sonhava para este filme”, conta Carminatti, que também assina o roteiro de Segurança Nacional. Vale destacar que a equipe técnica é totalmente formada por profissionais catarinenses.

Filmado em 2006, com quatro anos para finalização do material, o longa tem belas tomadas em Santa Catarina. Florianópolis, a Serra Catarinense e a colonização alemã são apresentadas ao público sem deixar de lado o enredo. O tempo total de uma hora e meia de espetáculo é coroado com doses interessantes de emoção e patriotismo, num roteiro redondo, sem falhas. Detalhes que mereceram aplausos de pé de uma platéia enaltecida.

A pré-estreia nacional ocorreu em Pomerode por conta do patrocínio da Cativa Têxtil, empresa que atua o setor há 21 anos, produzindo cerca de 8 milhões de peças anualmente, para 11 marcas entre próprias e licenciadas.

O diretor

Roberto Carminatti assina a direção de outros quatro longas, mas aposta mesmo é em Segurança Nacional como divisor de águas de sua carreira. O sucesso já é garantido. A película foi mostrada nos Estados Unidos e rendeu bons frutos. O catarinense foi convidado para dirigir o filme Red Amazon, numa produção de Hollywood. Grandes passos para o menino de Criciúma, que atualmente trabalha na Rede Globo. Grande passo para o orgulho de Santa Catarina.

Elenco

Milton Gonçalves – presidente Dantas
Thiago Lacerda – agente Marcos Rocha
Ângela Vieira – Dra Glória, diretora da ABIN
Ailton Graça – agente da ABIN, Daniel
Gracindo Júnior – senador Dauro
Joaquim Cosio – (James Bond – Quantun of Solace) – traficante Hector Gasca
Viviane Victoretti – Fernanda, namorada de Marcos rochas
Direção: Roberto Carminati