Por: Max Pires | 28/06/2010

O pai da jovem Eliza Samudio, de 25 anos, ex-namorada do goleiro Bruno, do Flamengo, disse em entrevista neste domingo que acredita que a filha não esteja mais viva. Eliza está desaparecida há cerca de um mês.

– A esperança é a última que morre. No fundo, tenho quase certeza de que ela não está mais entre a gente – diz Luis Carlos Samudio, que foi a Contagem, em Minas Gerais, acompanhar as investigações sobre o desaparecimento da filha.

Eliza teve um relacionamento com o goleiro Bruno no ano passado. Ela tenta provar, na Justiça, que o jogador é o pai de seu filho, de quatro meses. No início da noite de domingo, a guarda temporária da criança foi concedida a Luis Carlos. O bebê será levado para Foz do Iguaçu, no Paraná, onde vive a família.

Buscas próximo ao sítio

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar de Minas Gerais fizeram buscas neste domingo ao redor do sítio do goleiro, após receberem uma denúncia anônima de que um corpo teria sido encontrado próximo ao local. O corpo poderia ser de Eliza.

Segundo o advogado da família de Eliza, Jader Marques, até o momento, nada foi encontrado. A pessoa que fez a denúncia à polícia, que não quis se identificar, indicou o endereço do sítio de Bruno, mas um caseiro teria impedido a entrada das equipes de busca, que fizeram, então, uma vistoria no entorno da propriedade.

Na sexta-feira, o filho de Eliza foi encontrado com a atual mulher do goleiro, Dayane Souza. Ela foi detida em Contagem na noite de sexta-feira, mas liberada após prestar depoimento. O goleiro, que segue os treinamentos no Flamengo, ainda não se pronunciou sobre o caso.

Goleiro é suspeito de espancar jovem

Em entrevista ao Fantástico, na noite deste domingo, a delegada responsável pelo caso, Alessandra Wilke, disse que Bruno é um dos suspeitos de envolvimento no desaparecimento de Eliza e está sendo investigado pela polícia. De acordo com Alessandra, denúncias anônimas apontam para um espancamento.

Bruno e um amigo teriam agredido Eliza no sítio do goleiro, localizado em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. A jovem teria morrido no local e o corpo teria sido escondido em seguida.

A delegada espera que o jogador preste depoimento em Contagem ainda nesta semana. Segundo o advogado do Flamengo, Bruno se colocou à disposição da polícia para prestar esclarecimento. Michel Assef Filho disse ainda que o goleiro teria feito um acerto com Eliza e que o processo de reconhecimento da paternidade da criança tramita na Justiça do Rio de Janeiro.

Via DC.