Por: Anderson Kreutzfeldt | 08/08/2014

10417726_833037113381971_109401814936150742_n

Na fim da tarde de ontem (7), denúncias foram recebidas por volta das 16:30m pela Central Regional de Emergências do 14º Batalhão com a informação de que um grupo estava fazendo o uso de substâncias entorpecentes no bairro Três Rios do Sul.

Parecia apenas mais uma ocorrência comum, mas o fato é que um jovem que integrava o grupo era acompanhado por um cão de grande porte e com a chegada da PM, uma vez que o grupo começou a se dispersar o rapaz soltou o animal de propósito.

10347424_833036853381997_8696836572927128149_n

O cão da raça pitbull foi na direção de uma criança e um portador de necessidades especiais (dificuldades locomotoras) que estavam na varanda de sua residência. Em situação de perigo eminente os policiais infelizmente tiveram que disparar contra o animal, que morreu no local.

O jovem que era responsável pelo cão tem 21 anos de idade e foi preso em flagrante por omissão de cautela de cão de grande porte (art. 31 da Lei de Contravenções Penais).

Opinião: Sabe quando você é pequeno e ganha um bichinho e seus pais dizem que é uma grande responsabilidade? Pois é… Creio que essa conversinha faltou na casa do autor da contravenção. Quem pagou pela irresponsabilidade do mesmo foi o próprio cão, que pouco tinha a ver com a história e acabou colocando em perigo a vida de dois cidadãos indefesos. E o jovem simplesmente passou como “autor de contravenção”. É mole?

Com as informações do 14º BPM.