Por: Ricardo Daniel Treis | 2 anos atrás

Sem acordo entre as partes (funcionários e empresas), prossegue a greve dos trabalhadores no transporte de valores de Santa Catarina. A principal reivindicação da categoria é equiparar o salário com o do Paraná. Por lá, quem contrata o transporte de valores, pagam até R$ 800 a mais aos funcionários, segundo o Sintravasc (Sindicato dos Trabalhadores no Transporte de Valores em Santa Catarina).

Em SC, o piso salarial de um guarda é de R$ 1,4 mil, um motorista ganha R$ 1,5 mil e os chefes de equipe R$ 1,7 mil. O sindicato também propõe o aumento no valor do vale-refeição de R$ 25 para R$ 30 por dia. Com o prosseguimento da greve, os bancos começam a ficar desabastecidos.

Em Jaraguá do Sul algumas instituições bancárias já restringiram o valor dos saques. A Caixa Econômica só paga até R$ 1 mil por pessoa, mas no caixa eletrônico o saque está limitado a R$ 300. No Banco do Brasil o limite é R$ 500.


Matéria: Sérgio Luiz, Rádio Jaraguá AM