Por: Ricardo Daniel Treis | 8 anos atrás

Segue a bateria de respostas para a última questão da lista e uma das mais importantes: quando o candidato for eleito, vamos encontrar ele por aqui ainda? As respostas estão logo após o jump, confira aqui os demais posts da série: 1  |  2  |  3  |  4  |  5

QUESTÃO 6
Sentimos como eleitores a presença constante dos candidatos durante a campanha, mas após as eleições os mesmos são visita rara. Como o candidato coloca sua presença aqui na região no pós-eleição, e quais os meios que teremos para contato e cobranças?

RESPOSTAS DOS CANDIDATOS A DEPUTADO ESTADUAL
Carione Pavanello
Este é um problema com o qual nossa população não vai sofrer elegendo a mim como deputado estadual e ao Ivo Konell como deputado federal. Nós somos sensíveis a esta questão e este foi um dos motivos de estarmos trabalhando juntos nesta eleição. Acreditamos que pela importância que a nossa região conquistou hoje no cenário estadual e nacional com suas indústrias, não faz o menor sentido que não tenha representantes em Florianópolis e em Brasília. Elegendo deputados, senadores, enfim, representantes de peso da nossa região, nossa população vai certamente crescer muito, e como todos sabem, somos daqui, sempre fomos daqui e não vamos sumir depois das eleições, como tantos fazem. Meu endereço continuará o mesmo e meu telefone também.

 

Carlos Chiodini
Um verdadeiro político tem uma vida partidária pregressa. Se não a tem, é apenas um aventureiro da política. Sempre estivemos envolvidos nas atividades do PMDB e assim permaneceremos. Desta forma, os eleitores poderão participar das reuniões do partido,  na condição de filiados ou em reuniões abertas, para que possam dialogar com partidários em exercício de mandato ou não, e acompanhar o trabalho do deputado por diversos canais interativos.

Quanto  “aparecer na campanha”, é uma observação eleitoral. A campanha só pode ser feita nesse período. Qualquer iniciativa fora dessa época é um desrespeito à legislação. Mas sempre estaremos no partido e prontos a ouvir as pessoas sempre que possível. Mesmo no exercício do mandato, estaremos acessíveis por meio das redes sociais que implantamos antes da campanha eleitoral e às quais continuaremos dando atenção aos comentários dos eleitores, dúvidas, sugestões e reivindicações.

 

Dieter Janssen
Continuarei participando de eventos e reuniões quando convidado, e também me fazendo presente junto às Associações de Tiro como fazia quando fui Presidente da Schützenfest. Ainda, se eleito, irei manter um escritório na cidade que atenda a população e a ouça, e vou continuar atualizando minhas redes sociais, mantendo-as abertas a elogios, reclamações e sugestões.

 

Leone Silva
Moro e tenho família em Jaraguá do Sul e isso não vai mudar quando for eleito, estarei presente na região e defendendo as causas da região, como aliás, já venho fazendo no CEC – Conselho Estadual de Cultura, onde fiz a defesa de vários projetos de nossa cidade como o FEMUSC, o Festival de Formas Animadas e os Pontos de Cultura.

 

RESPOSTAS DOS CANDIDATOS A DEPUTADO FEDERAL
Ivo Konell
Eu tenho 40 anos de vida pública, sempre estive presente e sempre estarei porque eu não tenho medo dos eleitores. Tudo o que eu puder fazer será feito, portanto não há necessidade de me esconder do povo. Aliás, eu tenho o privilégio de ter sido o político que mais fez por Jaraguá e região em toda historia. Meu endereço é conhecido pelas pessoas, meu telefone está sempre disponível, e assim continuará.

Jean Leutprecht
Evidente que exercendo o mandato de deputado, boa parte do tempo exigirá a permanência em Brasília. Mas, nos demais dias e fins de semana, retornarei a Jaraguá, onde eu cresci e onde vivem meus familiares. Se eleito for, pretendo montar um gabinete regional aqui, um canal permanente de contato com os eleitores e a população de modo geral. Também estarei à disposição “virtualmente” para receber os pleitos, sugestões, informar sobre projetos e programas, além de conversar e trocar idéias, direto da capital federal.