Por: André Marques | 13/10/2014

Que atire a primeira pedra quem nunca julgou outra pessoa pelo modo como ela se vestiam (visualmente falando). É natural do ser humano ter esse tipo de atitude em relação aos outros. Temos dificuldade em tentar ver as pessoas além do que elas vestem. Com o objetivo de provar isso, o fotógrafo Joel Parés decidiu fotografar uma série de cenas um tanto quanto provocativas, para mostrar o quanto o que vemos e o que realmente é podem nos surpreender.

A série de imagens é bem simples, na verdade. As pessoas aparecem em duas situações diferentes: uma delas mostra o que provavelmente pensam dela e na outra quem ela é de verdade.

Parés quer mostrar que negros não são criminosos -por exemplo – da forma mais simples possível. “Mas é óbvio que negros não são criminosos apenas por serem negros!” Eu também acho, mas por que será que tanta gente ainda não coloca na cabeça que nem cor da pele e nem país de origem definem o caráter dela?

O ensaio que você vai ver a seguir pode te fazer repensar algumas coisas, algumas imagem realmente surpreendem:

Se o que você viu acima não te colocou pra pensar um pouquinho sobre preconceitos e estereótipos, Perés tem mais algo a te dizer:

“Me machuca ver todas essas coisas acontecendo, então eu decidi que usaria a minha fotografia como minha voz chorando por mudança. Meu objetivo é abrir os olhos daqueles que julgam e fazer com que eles vejam que isso é errado, eles precisam conhecer alguém antes de começar a rotular essa pessoa em determinada categoria. Todo mundo merece uma chance de ser tratado normalmente e eu gostaria que todos fossem tratados igualmente. Eu quero mudar vidas”.

Via Mega Curioso