Por: Ricardo Daniel Treis | 7 anos atrás

Oi, quem aí lembra das baladas monstro que rolavam lá por 2003, antes da chegada e predominância do progressive house na cena? Warung, DelPiá, Gastronic, Feel Free, Eletronic Spirit (!!) e até Big Bowlling.

Bons velhos tempos, essa era a época onde Peçanha, Sandrinho e cia fizeram nome pelos clubs tocando uma coisa chamada Techno. Uma batida intensa, lenha que conduzia a pista nervosamente, sempre com picos onde a galera delirava… Aí nessa época entrou também a percussão de Paciornick, fazendo a poha da diferença praquela galera de Jaraguá que só havia curtido balada com DJ de música pop até então. Ver dois desses nomes juntos num flyer já mobilizava as massas na compra de ingresso.

Outros nomes dessa época, havia o PetDuo, nego Murphy, Renato Cohen, Feio, Marky… 

Ma pois bem, motivo desse post não é só a nostalgia em sí, mas sim o fruto duma garimpagem que fiz aqui onde encontrei aproximadamente uns 20 sets das antigas, aqueles que a galera disputava pra ter uma cópia do CD. Maioria ao vivo, figuram Peçanha e Paciornick, tendo presença do Sandrinho vez ou outra. Era o princípio não declarado do Life is Loop, label que levou mais de um ano para cair a ficha e ser registrado pelos caras…

Vou publicar esses sets em linha aqui no blog agora, começando por um de fevereiro de 2003. Não é o mais punk, mas quero respeitar a suposta cronologia que tenho aqui (os nomes dos arquivos estão mto obscuros quanto procedência ou data).

Peguem aí pra sentir a diferença no beat: set Fabrício Peçanha, 2003.


Pecanha_fevereiro_2003 


PRA FAZER DOWNLOAD é só clicar na setinha que tem alí no painel do player à direita.