Por: | 9 anos atrás

O comediante gaúcho PauIinho Mixaria retorna a Jaraguá do Sul para um novo show no dia 7 de abril às 20 horas. O irreverente artista apresenta no Centro Cultural da SCAR – Sociedade Cultura Artística “Paz e Humor”, espetáculo inédito na atual temporada. Ingressos a venda na SCAR e no Posto Mime da rua Walter Marquardt no valor de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia), e na SCAR para integrantes do Clube do Assinante R$ 20,00 (titular e por acompanhante). Informações pelo telefone (47) 3275-2477.

Paulo Roberto Alves da Silva, nasceu em Taquari, passou a infância em Parobé e reside em Gramado  há vinte anos, para onde veio em busca de um sonho: ser humorista. “Sempre quis trabalhar com humor, porque sempre gostei dos palhaços de circo. Apesar das dificuldades que eles têm para manter o circo, eles proporcionam alegria às pessoas e levam o sorriso ao rosto das crianças”, afirma. Inspirado justamente no palhaço que Paulinho Mixaria faz um humor sem apelar para palavrões. “Meus shows são para a família”, destaca.

O início da carreira não foi fácil. “Era uma “maleza” só!”, afirma. Paulo recorda que quando residia em Parobé trabalhou como “atendente” em loja de material de construção. Ele literalmente atendia os clientes porque não se considerava um vendedor. “Vendedor é aquele que empurra o produto para o cliente e eu não conseguia fazer isso. Não consigo isso hoje nem com meus CDs!”, afirma. Naquela época participava de grupo de danças gaúchas e declamava em rodeios, o que lhe garantiu algumas premiações. Mas sempre pensava em ser humorista.

Foi pensando nessa carreira que decidiu ir para Gramado. Com um violão, fez shows em hotéis e restaurantes, mas sempre cantando. “Fazia versos de improviso em hotéis, restaurantes, cafés coloniais e em casas de fondue. Não me deixavam fazer humor”, recorda. Um dia, então, deixou o violão em casa e foi para o hotel e disse que ele estava estragado. Teve a oportunidade de contar algumas piadas e a confirmação de que estava no caminho certo.

Com recursos próprios gravou seu primeiro CD, com o nome de Paulinho Silva. No disco intercalava canções bem-humoradas com piadas em que se destacavam os personagens João Mentira (um bêbado que vive em guerra com a sogra), Vô Gaudêncio e Vó Genebalda (que vivem brigando). Repetiu a fórmula – música e piadas – nos CDs seguintes, sempre com composições próprias e histórias inspiradas no cotidiano do interior gaúcho. O nome Paulinho Mixaria foi adotado no terceiro CD, lançado em 2000, quando percebeu que com o nome Paulinho Silva não faria sucesso. “Usei este nome para brincar com a minha altura. E os brasileiros dizem pelo menos uma vez meu nome a cada mês, quando ganham o salário. ‘Que mixaria!’, diverte-se o humorista.