Por: | 7 anos atrás

Um passageiro teve que se retirar de um voo da Trip Linhas Aéras, na última sexta-feira, antes de a aeronave partir do Aeroporto de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por causa de comentários preconceituosos. A assessoria de imprensa da companhia confirmou, nesta terça-feira, que o homem se alterou após saber que o avião, que seguia para Goiânia, seria pilotado por uma mulher.

Em nota, a empresa aérea informou que, após o tumulto, a comandante do voo 5348 convidou o passageiro a se retirar da aeronave. Segundo a Trip Linhas Aéreas, a Polícia Federal  escoltou o homem até as dependências do aeroporto, e o restante dos passageiros seguiu viagem. Procurada pelo G1, a polícia ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

A companhia ainda ressaltou, que possui cerca de 1,5 mil mulheres em seu quadro de funcionários, e que não tolera atitudes ou comentários preconceituosos.

Em pleno século XXI, ser obrigado a ver uma notícia dessas é no mínimo constrangedor.

Via G1