Por: Ricardo Daniel Treis | 9 anos atrás

O processo de licitação para a compra de 75 parquímetros, os equipamentos que farão a cobrança automatizada do estacionamento rotativo em 26 pontos da área central de Jaraguá do Sul, deve ser lançado no começo da próxima semana.

Segundo projeções da Codejas e da gerência de trânsito da Secretaria de Urbanismo e Planejamento, o serviço deve estar em funcionamento a partir de agosto. “Teremos cerca de 30 dias para a definição da empresa que fornecerá os equipamentos e cerca de 60 dias para ela implantar o serviço”, afirma o gerente de trânsito, José Antônio Schmidt. “Agora, iremos aguardar o parecer do jurídico para começar o processo.”

Ele acrescenta que o equipamento escolhido para o sistema é um modelo de parquímetro fabricado nos Estados Unidos e projetado para fazer a cobrança de duas maneiras: com moeda ou com cartão. O Codejas, que irá administrar o serviço, prevê a contratação de 20 monitores que farão o atendimento nas ruas.

O texto do projeto é baseado em um decreto municipal de 2007. O documento prevê a integração de 25 ruas e a praça Ângelo Piazera neste sistema, criando 1,2 mil vagas. Destas, 900 vagas para carros e utilitários e 300 para motocicletas. Recente estudo feito pelo Codejas em conjunto com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) prevê a ampliação para 33 ruas centrais. “Este é um aspecto que ainda estamos analisando a viabilidade”, diz Schmidt.

O estacionamento rotativo está suspenso em Jaraguá desde o dia 13 de março de 2004, quando a Prefeitura cancelou o serviço que existia desde 1997. O Ministério Público encontrou irregularidades no contrato com a Cartão Jaraguá, antiga Transitar, além do descontentamento da população.


Via AN

Confira aqui a lista de ruas onde será feito o controle.