Por: Isah Sanson | 6 anos atrás

Tão “espertinhas” quanto as pessoas que estacionam em vagas de deficientes físicos: