Por: Ricardo Daniel Treis | 7 anos atrás

Ontem publiquei aqui no blog o post mostrando os vídeos do primeiro dia de campanha eleitoral televisiva dos candidatos à presidência, e, como devem lembrar, falei que logo mais iríamos publicar os vídeos dos candidatos da região e que todos estavam convidados a colaborar.

É fato: TODOS já tem seus vídeos, eles passam no horário eleitoral gratuito na televisão. Pergunta: cadê eles? Estão restritos aos dois horários diários na TV aberta?

RETROGRESSÃO
Eu tô é puto dos cornos. Estamos aqui batendo na tecla do voto regional e os representantes daqui ainda estão fazendo campanha enterrados na era do santinho. Obsoletos de ponta a ponta, deixam-se limitar física e geograficamente tanto na transmissão de informação quanto aproximação com os eleitores.

Busca online revela no YouTube vídeos de apenas dois candidatos: Carlos Chiodini (que aliás, tem um canal completo) e Jean Leutprecht (em uma apresentação de quase seis minutos).

Como queríamos publicar o post ontem com a maior quantidade de referências possíveis para os leitores, fomos atrás dos contatos que tínhamos, convidando os candidatos a mandarem material ou publicarem o mesmo, que iríamos garantir a propagação. Olha, não é mentira, teve um assessor que não sabia o que era “Por Acaso”.

INSANO! Em seis anos, esse cara, o assessor de campanha de um candidato nível estadual, nunca abriu um jornal ou fez busca por conteúdo regional na Internet? Se digitar “Jaraguá do Sul” no Google o Por Acaso é o quinto link indicado! Senhores candidatos, com essa assessoria mequetrefe, VOCÊS ESTÃO PERDENDO!

Achei que aquela lista de presenças na web fosse crescer no decorrer da campanha, mas olha, que nada. É desanimador. Estão se escondendo da galera ou é ignorância mesmo? Que seja, nenhum dos dois aspectos é positivo.

DEBATE
Ontem o Trujas veio trocar idéia comigo de promover uma conversa entre os candidatos da região e nossos leitores. Fazer uma coisa bacana, com mediador e etc. Falei pra ele “Cara, depois do que ví hoje, acredito que a maioria prefere ir numa festa de igreja cumprimentar 50 carolas do que entrar num chat com 1.000 internautas”.

Estou errado? Como quero estar! Pra tanto, ainda vamos fazer uma formulação para ver o que é viável, o que é legal e o que se aplica dentro de nossos recursos e então apresentar uma proposta de contato direto dos candidatos com vocês aqui no blog. Quem deles quiser vir, será bem-vindo. Quem não quiser, merece a obscuridade na urna.

Logo mais a gente se pronuncia.