Por: Gabrielle Figueiredo | 16/02/2016

Com o início das operações da quarta Estação de Tratamento de Esgoto de Jaraguá do Sul, cerca de 10 mil residências terão que fazer a ligação do esgoto sanitário na rede coletora do Samae.

A rede coletora é a responsável por trazer o esgoto sanitário coletado das edificações até a estação de tratamento de esgoto que já está instalada em toda região.

Em breve, os proprietários dos imóveis irão receber a carta de autorização para conectar-se a rede. A ligação das residências à rede deve ser realizada de forma atenta e cuidadosa, por profissional capacitado.

Pensando nisso, o Samae de Jaraguá do Sul, em parceria com a Tigre, irá realizar um treinamento com objetivo de capacitar profissionais para prestar esse serviço adequadamente.

O treinamento vai acontecer no dia 17 de fevereiro, das 19h às 22h, no Cejas. Inscrições podem ser realizadas pelo telefone 2106-9137 ou pelo e-mail comunicacao@samaejs.com.br.

O diretor presidente da Autarquia, Ademir Izidoro, relata que um dos principais problemas enfrentados pelo Samae é quando se realiza a ligação de águas de chuva na rede coletora. “A rede foi projetada somente para coletar esgoto sanitário, a ligação de águas de chuva sobrecarregam a rede, dificultando o tratamento e podendo até mesmo retornar a casa do usuário”, explica.

Após a conclusão do treinamento, o Samae irá disponibilizar para a população, uma listagem dos profissionais certificados. Izidoro destaca ainda que, ao realizar a ligação de esgoto sanitário, além da valorização do imóvel, evita-se uma série de doenças, mau cheiro e proliferação de roedores e insetos, proporcionando melhor qualidade de vida a população.