Por: João Marcos | 6 anos atrás

A partir de hoje, os leitores do jornal O Correio do Povo tem um novo recurso à sua disposição. O site do jornal cede espaço ao novo portal de notícias do OCP. “Entre os novos recursos, uma maior integração com redes sociais, conteúdo em vídeo e mais material da versão impressa”, explica o jornalista, Ariston Sal Junior, gestor do portal.

Para o diretor do O Correio do Povo, Nelson Luiz Pereira, a criação de um portal de notícias, além de selar os 93 anos do jornal, comemorados este ano, abriga novos conteúdos e oferece à comunidade do Vale do Itapocu uma gama diferenciada de informação.

Entre os parceiros do portal OCP estão o Plantão Policial, Scar (Sociedade Cultura Artística), Avante Esportes, Rádio 105 FM, Rádio Super Nova FM e blogs de sucesso, como o Por Acaso, Monalisa de Batom e Cabana Cult, além de outras negociações que estão sendo desenvolvidas. O portal contará ainda com uma galeria multimídia, com vídeos exclusivos. “O novo portal permitirá um melhor aproveitamento do material que a nossa redação produz. As matérias não se limitarão ao espaço físico do jornal. Além de galerias com fotos e vídeos de nossas pautas vamos utilizar o conteúdo de todos os colunistas”, diz o chefe de redação, Márcio Schalinski.

O conteúdo está melhor distribuído no portal. “O visual mais dinâmico, dividindo as áreas por cores para facilitar a navegação do internauta”, descreve Guilherme Vogel, da Agência Sonar, responsável pelo desenvolvimento técnico do novo portal. De acordo com Sal Ariston Júnior, o material inclui todas as editorias ‘padrão’ do jornal impresso, com a possibilidade de novas, como Brasil e Mundo.

Mais informações a respeito desse novo portal após o jump.

Notícias fresquinhas
O jornalista Ariston Sal Junior já atuou em vários veículos de comunicação em Balneário Camboriú e Jaraguá do Sul. Com maior experiência no meio impresso, ele busca com seu conhecimento aliar a rapidez da Internet com as matérias factuais, buscando através da linguagem do vídeo, produzir e criar um nicho novo no Vale do Itapocu. “Considero a Internet um importante meio de espalhar informação. O Portal OCP, aliado às redes sociais, abre o leque para que a parcela da população que não costuma ler o jornal impresso tenha acesso à mesma informação na rede. Os vídeos servem para ilustrar momentos e vêm ao encontro da proposta do veículo multimídia, que é unir o texto e a imagem ao som e ao movimento, gerando toda essa interatividade com o leitor”, avalia Sal Junior.

Código-fonte padronizado
Além do alto valor do investimento na produção do portal, recursos de ponta como câmeras em HD (alta definição) e microfones servem para incrementar a criação de vídeos. Outra novidade por conta da programação do portal é a padronização do código-fonte, dentro de padrões internacionais de desenvolvimento para a Web. “Com isso ele se torna mais visível para buscadores online e, o mais importante, tem maior portabilidade, funcionando igualmente em qualquer plataforma, seja um celular, um PC, ou um aparelho da Apple”, resume Guilherme Vogel. “Também temos uma área restrita a usuários cadastrados, com conteúdo adicional”, explica.

Expectativa de acessos
Até agora, o site vinha contando com uma média de 120 mil acessos únicos por mês. E o público leitor do OCP não se resume ao Vale do Itapocu: segundo o Google Analytics, os acessos vêm de lugares tão distantes quanto Portugal, Estados Unidos, México e França. São pessoas de Jaraguá ou municípios da região que estão fora do País, mas querem saber o que acontece em seu local de origem. De acordo com o jornalista Sal Ariston Junior, com o novo portal do OCP, o número de acessos únicos deve chegar a cerca de 250 mil por mês.

Via OCP