Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

(Foto: Arquivo OCP)

O barulho das máquinas que trabalharão na duplicação da BR-280 poderá ser ouvido apenas após os batuques do Carnaval, em março.

De acordo com Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), as empresas Cetenco e Sulcatarinense, responsáveis pelos trechos entre Jaraguá do Sul e Guaramirim, os quais somam 38 quilômetros da via, já estão instalando os canteiros de obras. Elas têm 90 dias, que começaram a ser contabilizados em dezembro, para finalizar as questões burocráticas e ambientais. No momento, os trabalhos se concentram na fase de mobilização, onde acontece a contratação de funcionários e preparação para o início efetivo da obra. Outro trabalho importante, feito antes das máquinas iniciarem as obras, é a supervisão ambiental.

A empresa  vencedora da licitação é responsável pelo levantamento e preservação da fauna e flora existentes. Isso significa que os animais e plantas serão identificados, retirados do local da obra e soltos em um ambiente protegido. O Dnit acredita que em meados de março os trabalhos já poderão ser percebidos pelos usuários.

O lote 2.1 é responsabilidade da Sulcatarinense, compreende os municípios de Guaramirim e Araquari, com uma extensão de 14 quilômetros, entre a BR-101, do quilômetro 36,7 até o entroncamento com a SC-413, no quilômetro 50,7.  Já o lote 2.2 (contorno rodoviario), fica por conta da Cetenco Engenharia S.A. O trecho compreende Jaraguá do Sul e Guaramirim, do km 50,7 a 74,6, com uma extensão de 23,9 quilômetros. Os dois lotes somam o custo de R$ 670 milhões.

Fonte: OCP Online.