Por: Ricardo Daniel Treis | 3 anos atrás

Durante o debate dos chefes de Estado que integram a Cúpula sobre Desenvolvimento Sustentável na sede da ONU, que começou na última sexta-feira e terminou no domingo (27-9), em Nova York, discutiu-se os objetivos do milênio. No encontro foi destacado que o Brasil não atende a grande parte da população com o saneamento básico e nem tem infraestrutura para instalação de esgoto sanitário.

Vendo todo aquele debate, notei mais uma vez o quanto Jaraguá do Sul se sobressai no Brasil em todos os quesitos que envolvem os oito objetivos do milênio que são: acabar com a fome e a miséria; oferecer educação básica de qualidade para todos; promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde das gestantes; combater a Aids, a malária e outras doenças; garantir qualidade de vida e respeito ao meio ambiente e estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

Quanto aos projetos relacionados ao meio ambiente e qualidade de vida da população nos destacamos no saneamento básica e na destinação do lixo reciclado. Devemos chegar muito em breve a 82% da população urbana beneficiada pelo sistema de saneamento básico. Este índice é um dos maiores do País nos colocando no patamar de cidades de primeiro mundo.

Na reciclagem, já atingimos cerca de 15% de aproveitamento do lixo reciclado evitando gastos maiores com o depósito do lixo em aterro. Este é outro índice que merece comemoração pois estamos acima dos 3% de aproveitamento na maioria das cidades brasileiras.

Na saúde, Jaraguá do Sul conta com dois hospitais modernos e 27 postos de saúde com mais de 100 médicos. Tudo isso contribui para uma atenção maior à nossas gestantes e a redução da mortalidade infantil, além de buscarmos a referência no atendimento de doenças cardíacas e UTI infantil.

Nossa estrutura educacional conta com professores de carreira que passam constantemente por cursos de aperfeiçoamento. Todas as salas de aula das 31 escolas tiveram instalados aparelhos de ar condicionado. Estamos com ensino integral em seis escolas do município, além de termos construído novos Centros de Educação Infantil atendendo a demanda de crianças de seis meses a quatro anos.

Somos a 7ª cidade mais igualitária do Brasil e temos um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal chegando a 0,803 (IDHM 2010). Isso se demonstra em toda nossa cidade. Não temos moradores de rua, muito menos favelas e a distribuição de renda é mais igualitária para todos.

Para melhorar a mobilidade urbana da população temos como meta concluir até o fim do ano a Ponte do Rau e os acessos ao elevado do viaduto do Centenário (esta uma obra federal).  Além disso, focamos em alternativas que levem a população a não utilizar somente o carro como meio de condução. Estamos incentivando o uso da bicicleta com o projeto da Ciclovia do Trabalhador  em execução e buscamos melhorar o uso do transporte coletivo. Além de estarmos trocando todos os abrigos de ônibus para proporcionar mais conforto aos usuários.

Na área de infraestrutura para eventos e lazer da população, temos uma das melhores Arenas do País. Estamos concluindo a pista de atletismo, uma das mais modernas para a prática de esportes. Reformamos o Ginásio Arthur Müller tornando aquele espaço um local aberto para todas as idades. Temos o Parque Malwee que oferece lazer e contato com a natureza. Além de estarmos adquirindo duas áreas para parque municipal. Temos o Centro Cultural da Scar, que oferece a terceira melhor estrutura para shows e eventos culturais do País. Um orgulho para todos jaraguaenses.

Não posso deixar de citar aqui a atenção especial para a terceira idade. Os idosos que tanto já fizeram pela nossa cidade são assistidos por programas e atividades centralizadas na Assistência Social e que recentemente passaram a contar com um novo espaço para o Centro de Referência do Idoso, que foi reformado e está no Parque de Eventos.

Está em construção o Centro de Inovação Tecnológica que vai criar um ambiente favorável de negócios, ao redor da Universidade Católica, do Instituto Federal, do Senac, do Instituto Senai de Tecnologia e do Jaraguá Tec e que vai fomentar as micro e pequenas empresas para que sejam mais produtivas, competitivas no mercado.

Outro destaque para nossa cidade, e tão importante para a área acadêmica e de saúde, foi a aprovação do curso de medicina para a cidade. A formação de médicos vai atender a demanda por estes profissionais em nossa região.

Temos tudo isto que citei acima ocorre por sermos uma comunidade unida buscando a solução de seus problemas com transparência e ética. Somos respeitados pela responsabilidade de nosso povo. Realmente Jaraguá do Sul é gigante.

Prefeito Dieter Janssen