Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Assim ó: a nora foi com o noivo conhecer a sogra de 60 anos, uma fazendeira de rosas britânica, e por consequência da visita (que parece ter durado um final de semana) a mãe mandou um email para o filho com suas impressões sobre a fulana. Heidi, que tem 29 anos, parece então ter tido acesso à mensagem e transmitido às amigas, que transmitiram às amigas, e assim o negócio virou meme na Internet e notícia na Inglaterra.

A mulher agora é chamada de “sogra dos infernos” pela carta que enviou ao filho. Sinceramente, ou eu sou quadrado demais ou o mundo que está errado, porque ví quase p%rra nenhuma de errado nos comentários da mulher a ponto dela ter virado uma piada nacional

Seguem trechos do tal email, destacados pelo Estadão:

“Eis alguns exemplos da sua falta de modos:

Quando estiver hospedada na casa alheia, não declare o que você come ou não come, a não ser que tenha alguma alergia.

Não comente que não teve comida o suficiente.

Não comece antes de todo mundo. Não se sirva novamente sem ser convidada por seu anfitrião. (ok, exagero)

Quando hospedada na casa de alguém, não fique na cama até o fim da manhã se a casa se levanta cedo – siga as normas da casa.

Em nenhum momento ofenda a família da qual você está prestes a fazer parte, e definitivamente não em público.

Você normalmente chama as atenções para si. Talvez deva se perguntar por quê.

Ninguém se casa em um castelo a não ser que more nele. É um comportamento ostentoso, de celebridade. (palmas lentas)

Entendo que seus pais não possam contribuir muito para pagar os custos do seu casamento. (Não há nada de errado nisso, exceto que o costume é tal que se presume que eles tivessem poupado ao longo dos anos para os casamentos de suas filhas.)

Se esse for o caso, seria delicado rever as suas expectativas e ter um casamento mais modesto, de acordo com a renda de ambos. (palmas lentas)

Pode-se pensar que Heidi Withers esteja se dando tapinhas nas costas por ter fisgado um jovem tão bom partido. Tenho pena de Freddie. (ouch)

Sinceramente, essa Heidi tem a maior cara de ser uma biscateira relaxada.