Por: Izabella Wagner | 2 anos atrás

Sim! Foi aqui mesmo, no Por Acaso, que vi a dica sobre a Osterfest em Pomerode. Como todo mundo aqui em casa adora a Páscoa, escolhemos o sábado passado para visitar a Osterbaum, a maior árvore de casquinhas do mundo, com cerca de 120 mil unidades.

Quer saber tudo sobre esta festa? Clique aqui para a conferir 10 atrações imperdíveis.

O dia colaborou com um céu de anil, e lá fomos nós rumo a esta belíssima festa. Chegamos perto das 10 horas da manhã e, com o roteiro em mãos, fomos percorrendo as atrações.

Já dou a dica: leve a família, o(a) namorado(a) e os amigos. É tanto detalhe que não tem como comentar cada passo dado: “Olha que lindo!”, “Óhhhhh!”, “Que fofo”, “Veja isso, veja aquilo!”.

1457958634890

E foi numa artesã muito querida onde paramos para ver uma das coisas mais lindas que meus olhos já registraram: a delicada pintura em ovos de verdade. Tinha de avestruz, galinha e até de lagartixa. Como pode alguém pintar em um ovo tão pequeno? Cada detalhe, pincelada, cor… algo realmente surreal nos dias de hoje. Não era surpresa que em conversa com meu filho (sim, ela parou o que estava fazendo para lhe dar atenção), sua voz era mansa e com muita sabedoria nas palavras. Saí dali com uma sensação maravilhosa!

Não demorou muito para identificar os famosos panos de prato de Páscoa. Fiquei pensando em me aventurar neste tipo de artesanato, mas logo me veio à cena na cabeça: expectativa X realidade:

Melhor deixar para quem tem o dom, não é mesmo?

O que dizer das aulas de tornearia em madeira que acontecem ao vivo e a cores? A professora explica tudo minuciosamente, com calor em suas informações dizendo que todos os trabalhos seguem as tradicionais técnicas alemãs.

O evento segue com artesanato da mais alta qualidade nas bolachas, nos chocolates, no crochê e… na pintura dos pratos, que mais parecem fotografias!

E falando em fotografias, com certeza, muitas pessoas registraram cada detalhe com seus smartphones. Porém, algo me chamou a atenção. Havia uma cumplicidade no ar, como se todos soubessem que o Coelhinho da Páscoa realmente existisse e… morasse ali!

E ele mora! Mora na fala mansa da artista, na delicadeza dos artesãos, no clima de comemoração e na espera da Páscoa! Que tal passarmos essa data junto a quem tanto queremos bem e aproveitar para espalhar mais doçura por aí?

E para que a Páscoa se torne ainda mais doce, mas não pese na balança, vamos de ovo de recheado fit?

Ovo de Páscoa Recheado Fitovo fit

Quem amaaaaa a Páscoa levanta a mão!

O ovo você pode fazer naquelas casquinhas com o chocolate que preferir (70%, 80%, sem lactose…). Ou fazer como eu, comprei pronto da Carob House de alfarroba (sem adição de açúcar, zero glúten, zero lactose). Aliás, definitivamente o coelhinho fit está sendo muito generoso conosco este ano. Existem muitas opções gostosas e fit na cidade! #ficaadica

O recheio foi:
– Camada branca:
Numa panela apure sem parar de mexer 1 lata de leite condensado da Línea + 2 gemas de ovos + 1/2 litro de leite de coco caseiro + 1 colher de sopa de amido de milho orgânico + 1 colher de café de goma xantana.

Deixe esfriar e coloque dentro do ovo.

Acrescente raspas de coco seco (conforme sua preferência). As casquinhas são ganache durinho.

Derreta um pouco de chocolate 80% com leite de coco e 1 colher de sobremesa de óleo de coco. Coloque numa forma de silicone e ponha pra gelar. Aí só “quebrar” e enfeitar o ovo!