Por: Izabella Wagner | 2 anos atrás

Confesso a vocês que ando muito pensativa em adotar um pet (já tive dois cachorros em casa). Penso e repenso esta ideia desde meados do ano passado, afinal de contas, é uma responsabilidade grande que você assume com este ser de quatro patas.

É banho, é limpar o número 1 e o número 2… e segundo meu filho Enzo: “E também o número 3”! Sim… o vômito! rsrsrsrsrs

Bom, ‘bora’ conversar com quem entende do assunto. Minha amiga querida Lucia Helena é vice-presidente da Focinhos Carentes aqui em Jaraguá.

Ela explica que eles são um grupo de amigos reunidos com um único intuito: ajudar focinhos carentes aqui na cidade. Não têm nenhum vínculo governamental, político ou empresarial, apenas estão unidos na causa que é ajudar aqueles que precisam de ajuda. Bem, melhor opinião impossível, certo?

E com uma voz tranquila, com toda a alegria – de quem está falando com muito amor – me respondeu: “Izabella, vou te dar 7 razões pelas quais você NÃO deve adotar um bichinho!”

Vamos a elas?

1ª – Se você quiser ficar “enfiado” nesse maldito smartphone

1

A socialização é um aspecto bem importante num mundo cada vez mais virtual. Quem tem um animal de estimação tem sempre o que falar, dizer, comentar, trocar experiências, o que faz aumentar a interação social entre pessoas diferentes.

Sugestão de leitura: Universidade na Inglaterra usa cachorros para aliviar estresse nas provas 

2ª – Se você quiser se fechar numa ostra depois de quebrar seu coração em mil pedacinhos

Eles te encorajam a amar mesmo você tendo sofrido decepções ou frustrações nos relacionamentos! São seres tão puros, tão isentos de cobranças… como não amar? Eles fazem você nunca se sentir só!

3ª – Se você não quiser saber o que é diversão de verdade

Olha eu com o Mr. Grey!

Com um pet você tem um parque de diversões em casa! Eles te mostram maneiras de ser feliz sem frescuras, luxos ou expectativas. Simplesmente pelo fato de existirem na sua vida!

4ª – Se você quer ficar deprimido e sozinho

1458137076196

Eles são excelentes redutores de depressão e solidão! Está comprovado cientificamente que a interação homem/animal estimula a produção de oxitocina, dopamina e seratonina, hormônio do amor e neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem estar. Isto reduz o hormônio do stress, o cortisol, reduzindo assim o risco de doenças cardiovasculares, melhorando também sua disposição.

5ª – Se você quiser continuar insistindo em dar murro em ponta de faca

Quer desfocar dos problemas por instantes, da forma mais amorosa possível? Quer aumentar sua criatividade? Adote um pet!

6ª – Se você não quiser aumentar sua auto-estima

1458137295545

Um bichinho aumenta, e muito, sua capacidade de amar e ser amado, consequentemente sua auto-estima.

7ª – Se você não quiser cuidar da sua saúde

Eles beneficiam muito o sistema imunológico das crianças. Pesquisas também comprovam que a convivência com um pet na infância diminui o desenvolvimento de alergias, bem como o aprendizado da responsabilidade e o respeito para com os outros seres vivos.

Comprovado também que idosos, sendo tutores de pets, encontram um propósito na vida, têm menos problemas de saúde, pois o companheirismo que os pets proporcionam os motiva a se envolverem mais nas atividades do dia a dia.

E aí? Quem tem um bichinho de estimação concorda?

A propósito, os seis gatinhos da foto abaixo estão para adoção com a Dona Maria, que é um amor de pessoa! Quem quiser liga lá e fala com ela no 3376-0260.

Capturar


Gostou dessa coluna? Tem mais da Bella aqui no Por Acaso, clique pra conferir:
A coluna de estreia, com receita de bolo de aniversário fit e vídeo maluco
– “O dia em que aprendi os 5 passos para fazer uma horta caseira
O dia em que prometi nunca mais perguntar “você está grávida?”
O dia em que saí dançando feito louca pela cidade
O dia em que descobri a incrível semelhança entre a reforma da casa e um coração partido
– O dia em que o coelho da Páscoa nos ensinou tudo sobre zoeira na Osterfest