Por: Ricardo Daniel Treis | 07/12/2011

Pode até parecer, mas isto não tem nada a ver com marketing de guerrilha.

Certo?