Por: Gabriela Bubniak | 3 meses atrás

Atenção aos limites de velocidade, porque tem novidade na Segurança Pública de Jaraguá do Sul. Depois das câmeras de vídeomonitoramento que estão multando em diversos pontos da cidade, agora é a vez dos novos radares.

Durante os meses de agosto e setembro, a empresa Fotossensores fez a instalação dos radares e OCRs (equipamentos de leitura ótica de placas de veículos). De acordo com o diretor municipal de Trânsito e Transportes, Írio Riegel, a instalação ocorreu de forma gradativa, pontos diferentes do município. Mas maioria está instalada em pontos onde já era feito o monitoramento, e ao todo serão 34 faixas de trânsito monitoradas.

Os fotossensores recém substituídos passarão a notificar os veículos a partir da próxima segunda-feira (16). A informação é da Diretoria de Trânsito e Transportes de Jaraguá do Sul.

Serão apontados pelo sistema os veículos em desacordo com a velocidade máxima permitida, que avançam o sinal nos semáforos, e os que estiverem com pendências na documentação ou com registro de furto/roubo.

Um dos trechos monitorados é o cruzamento das ruas Presidente Epitácio Pessoa com a Coronel Bernardo Grubba, no Centro. Ali, existiam sensores de avanço de sinal e de velocidade em apenas duas faixas e, a partir de agora, serão oito faixas monitoradas no total.

Veja os locais:

– Rua Bernardo Dornbusch, esquina com Carlos Eggert – (Vila Lalau)

– Rua Bernardo Dornbusch, esquina com Alberto Santos Dumont – (Vila Lalau)

–  Avenida Prefeito Waldemar Grubba, esquina com rua Heinrich August Lessmann (DG da WEG) e na altura dos números 1.801, 1.400 e 2.811 (Vila Lalau e Centenário)

– Rua Presidente Epitácio Pessoa, esquina com rua Coronel Bernardo Grubba (Centro)

– Rua Ângelo Rubini, esquina com rua Padre Aloísio Boeing (Barra do Rio Cerro)

– Rua Feliciano Bortolini, esquina com a rua Padre Aloísio Boeing (Barra do Rio Cerro)

– Rua José Theodoro Ribeiro, na altura do número 689 (Ilha da Figueira)


– Rua João Planincheck, esquina com rua Walter Marquardt (Vila Nova)

Funcionamento dos novos equipamentos

Os sensores serão interligados com a Polícia Militar por meio de um central. Se um carro com registro de furto, por exemplo, passar pelo local, a polícia recebe uma notificação via Whatsapp em tempo real. “Vem uma tarja vermelha acusando, dizendo que o veículo tem ocorrência e a PM poderá acompanhar por onde o veículo está circulando”, explica o diretor de Trânsito e Transportes, Írio Riegel. Veículos com registro de irregularidades, como licenciamento, também serão apontados pelo sistema.

Informações: OCP Online
Foto de capa: Gabriel Júnior/OCP