Por: Sistema Por Acaso | 4 anos atrás

hubble-universe

A NASA revelou “a visão mais colorida do Universo” já capturada pelo Telescópio Espacial Hubble. Esta é “uma combinação de exposições separadas tiradas entre 2003 e 2012 com as câmeras ACS (Advanced Camera for Surveys) e WFC3 (Wide Field Camera 3) do Hubble”.

Há algum tempo, astrônomos reuniram as imagens capturadas pela câmera ACS: são fotos de luz visível e quase-infravermelho de uma pequena parte do espaço na constelação da Fornalha (Fornax), capturadas entre 2003 e 2009. Ela já era impressionante, mas agora foi atualizada.

A nova imagem usa toda frequência única que o Hubble pode registrar, do ultravioleta até luz infravermelha, passando pela luz visível. “A imagem resultante – feita a partir de 841 órbitas do telescópio – contém cerca de 10.000 galáxias, voltando no tempo a algumas centenas de milhões de anos após o Big Bang”.

Segundo a NASA, até agora os astrônomos não tinham dados suficientes para estudar o nascimento da maioria das estrelas, que estão a uma distância de 5 bilhões a 10 bilhões de anos-luz. É que, para detectá-las, é preciso estudar sua emissão de luz ultravioleta:

A luz ultravioleta vem das estrelas maiores, mais quentes e mais jovens. Ao observar estes comprimentos de onda, os pesquisadores têm uma visão direta de quais galáxias estão formando estrelas, e onde as estrelas estão se formando dentro dessas galáxias.

Com os dados ultravioleta obtidos pelo Hubble, sabemos mais sobre essas estrelas, e de quebra temos essa imagem linda de uma parte do universo. Ela está disponível em tamanhos maiores neste link.

Fonte.