Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás

descalc3a7o

Esse texto foi publicado em meu blog pessoal na semana passada e teve boa repercussão. Espero que gostem:

Sinta o sangue correndo em suas veias e sinta o ar enchendo e esvaziando os seus pulmões. Sim, essa vida é só sua! O que diabos as pessoas estão fazendo enquanto se esforçam tanto para fazerem os relacionamentos darem certo? Por que se desesperam? O que pode ser mais simples do que um sorriso ou o gesto de segurar uma mão? Eu? Eu já tive a minha cota de relacionamentos complicados. Hoje prefiro o simples ou não prefiro nada.

Não tenho mais nenhuma paciência para confusões, más interpretações e não tenho nenhuma vontade de discutir relacionamento. Basicamente, não há mais espaço para drama. Não agora, nem amanhã. Confie em mim quando digo que já tenho problemas o suficiente para lidar sozinho. Já tenho problemas o suficiente no relacionamento que tenho comigo mesmo. Não preciso de algo ou alguém que complique isso ainda mais.

Eu sempre me recusarei a me acorrentar com alguém e me jogar em abismo. Quem quer se jogar, que se jogue por conta própria. Prefiro o simples, que deixa meu estômago leve e faz meu coração se sentir vivo. Não, eu não quero fazer parte da vida de outro alguém e também não quero que ninguém seja apenas uma parte da minha vida. Se vier, que venha para ser simples e objetivo. Duas pessoas não se tornam uma. Elas devem exercitar o fato de serem duas pessoas diferentes e simplesmente gostarem de estar próximas umas das outras. É tão simples quanto soa.

Se quiser receber textos como esses curta a página abaixo: