Por: João Marcos | 6 anos atrás

Se estiver naquela dúvida entre casar e comprar uma bicicleta, é melhor ficar com a segunda opção. Um estudo feito por psicólogos da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) sugere que ter dúvidas antes de se casar – especialmente se você for mulher – está associado a taxas elevadas de divórcio e menor satisfação marital anos mais tarde.

Os pesquisadores estudaram 232 casais americanos que haviam acabado de casar, aplicando questionários nos primeiros meses de casamento e, depois, a cada seis meses durante um período de quatro anos. A idade média dos maridos na época em que se casaram era de 27 anos e a média entre as mulheres era de 25.

“As pessoas pensam que todo mundo tem dúvidas antes de se casar e que você não deve se preocupar com elas”, diz Justin Lavner, autor principal do estudo, ao Medical Xpress. Mas não é bem assim: “Nós descobrimos que elas são comuns, mas não benignas. Esposas recém-casadas ​​que haviam hesitado em se casar eram 2,5 vezes mais propensas a se divorciar quatro anos mais tarde do que as mulheres sem essas dúvidas. E quem teve dúvidas, mas se manteve casado depois de quatro anos era significativamente menos satisfeito com o casamento do que os outros”, completa.

A lição que fica disso tudo, segundo Lavner, é: “Não ache que suas dúvidas a respeito da decisão de se casar irão embora com o tempo ou que o amor é o suficiente para dominar as suas preocupações”. O mais provável é que os problemas que provocam as dúvidas só aumentem. Mas isso não significa que o melhor é terminar o relacionamento. A solução é conversar com o parceiro e tentar resolver a situação antes do casamento. “Você conhece a si mesmo, seu parceiro e seu relacionamento melhor do que qualquer um; se está se sentindo nervoso, preste atenção a isso. Vale a pena explorar o motivo do nervosismo”, disse ele.