Por: Max Pires | 07/02/2011

Mulheres que fumam

O cigarro envelhece. Muda a pele, os dentes, os cabelos e afeta desde a fertilidade até o coração, os pulmões e os ossos. Na foto das gêmeas mostrada pelo site WebMD , a gêmea B (à direita) fumou metade de um maço por dia durante 14 anos, enquanto sua irmã nunca fumou. A pele solta embaixo dos olhos é uma característica típica dos fumantes, assinala o médico Bahman Guyuron, da Case Western Reserve University. Como a gêmea B fumava, sua pele também ficou mais sensível ao sol e os sinais de envelhecimento apareceram mais cedo.

Fumar priva a pele de oxigênio e nutrientes. Alguns fumantes ficam mais pálidos, enquanto outros acabam ficando com uma coloração pouco uniforme. As mudanças cutâneas não costumam aparecer na juventude, mas ficam evidentes após os 30 anos.

A dermatologista Jonette Keri, da Universidade de Miami, afirma que é impossível escapar ileso dos efeitos negativos do fumo. Existem mais de 4 mil substâncias químicas no tabaco, e a maioria acelera a destruição do colágeno e da elastina, que dão sustentação à pele.

– Fumar, ou até mesmo inalar a fumaça do cigarro, atrapalha a regeneração celular – conclui Jonette.

Via O Globo.