Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás
Motociclista teria sido arrastado pelo último vagão do trem | NDJoinville

Motociclista teria sido arrastado pelo último vagão do trem | NDJoinville

Um caso inusitado aconteceu em Joinville:

Um motociclista morreu atropelado pelo trem na Zona Sul de Joinville. O acidente ocorreu por volta das 5h30 desta segunda-feira (2), no cruzamento com a linha férrea que existe na rua Monsenhor Gercino, em frente à Escola Municipal Professor Oswaldo Cabral.

Segundo informações dos socorristas, Geison Cleber dos Santos, 22 anos, foi totalmente mutilado e morreu na hora.

De acordo com testemunhas, o trem não parou e é possível que o maquinista sequer tenha percebido que o atropelamento ocorreu. No início da manhã, a ALL-Logística, concessionária responsável pelo transporte férreo na região, não havia sido notificada do acidente.

De acordo com a empresa, o maquinista não percebeu a colisão porque o motociclista bateu contra o último vagão de uma composição de 1,8 mil metros. Por meio da assessoria de imprensa,a concessionária lamentou o ocorrido e alertou para a necessidade de total atenção nos cruzamentos com a ferrovia. De acordo com o Código Nacional de Trânsito, a linha férrea é sempre preferencial e transpô-la sem parar é infração gravíssima.

A concessionária ressaltou ainda que realiza campanhas frequentes de segurança nos cruzamentos com a linha férrea para minimizar o risco de acidentes envolvendo veículos, pedestres e trens, e também palestras educativas em escolas próximas à malha.

via @NDJoinville