Por: Ricardo Daniel Treis | 8 anos atrás

Tá circulando um texto transcrito de palestra que o personagem de George Clooney faz no filme “Amor sem escalas”.

Pra pensar sobre a bagagem dos bens materiais, vai aí pra agregar algo na quarta-feira de sol:


Quanto sua vida pesa?
Imagine por um segundo que está carregando uma mochila.
Quero que sinta as alças nos ombros. Você as sente?
Agora coloque lá todas as coisas da sua vida.
Comece com as pequenas.
Coisas de prateleiras e gavetas, as bugigangas, os colecionáveis.
Sinta o peso de tudo o que foi adicionado.
Em seguida, adicione coisas maiores.
Roupas, eletrodomésticos, lâmpadas, lençóis, sua TV.
A essa altura aquela mochila deve estar bem pesada. E ficará mais.
Sofá, cama, mesa de cozinha, tudo o que estiver lá. Seu carro, coloque-o lá.
Sua casa, seja um apartamento ou uma casa de 2 andares.
Quero que a coloque naquela mochila.

Agora, tente andar.

É bem dificil, não é?
É isso que fazemos todos dias.
Nos envergamos com todo esse peso até não conseguirmos nos mover.
E não se enganem: movimento é vida.

Agora, vou incendiar sua mochila.
O que quer retirar dela?
Fotos? Fotos são para quem não pode se lembrar.
Tome um memorizador e deixe as fotos queimarem.
Na verdade, deixe tudo queimar e se imagine acordando amanhã sem nada.
É bem tentador, não é?