Por: Gabriela Bubniak | 2 anos atrás

Uma notícia boa veio esta semana para quem é Microempreendedor Individual. Agora, quando a atividade não exigir local específico para funcionamento, será possível utilizar a própria residência como sede de seu estabelecimento comercial.

Essa determinação está prevista no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 167/2015 Complementar, aprovado nesta terça-feira (29), por unanimidade, no Plenário do Senado. A matéria segue agora para sanção presidencial.

A proposta altera o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei Complementar 123/2006).

O objetivo é facilitar a adesão de microempreendedores ao Simples Nacional, regime tributário simplificado para empresas de pequeno e médio porte. Atualmente, leis estaduais costumam vetar o uso do endereço residencial para o cadastro de empresas. A lei federal sobre o tema não impedia o cadastro nesses casos.

Fonte: Agência Senado
Foto: Divulgação