Por: Ricardo Daniel Treis | 7 anos atrás

Tem comissão de técnicos da região (representantes da Prefeitura e Câmara de Vereadores de Jaraguá, de Guaramirim e da Associação dos Engenheiros, Arquitetos de Jaraguá) avaliando a aplicação do transporte no Ceará, a idéia é chupar o que deu certo lá e aplicar aqui.

O VLT é uma espécie de metrô de superfície, muito mais leve do que um trem de carga. A ideia inicial do grupo é implantar o transporte do bairro Nereu Ramos, em Jaraguá, ao bairro Caixa D’Água, em Guaramirim, totalizando 23 quilômetros. Para mais tarde o ideal seria que o metrô de superfície percorresse os trilhos entre Corupá e São Francisco do Sul.

Os metrôs tem de dois a quatro vagões, com capacidade de 96 a 208 passageiros sentados. O modelo idealizado para atender a demanda da região de Jaraguá e Guaramirim seria o modelo chamado Mobile4, que tem quatro vagões e custa em torno de R$ 12 milhões. Além da compra do metrô de superfície, as prefeituras terão que investir na reurbanização das áreas de trilho e na construção de estações de trens. O valor total do projeto ainda não foi orçado.

O próximo passo é incentivar as prefeituras de Jaraguá e Guaramirim firmarem um convênio com alguma empresa que já atua com serviço de metrô, para uma troca de experiências.


Informações via AN, continue lendo.

Digitei VLT no Google Images pra ver o que aparecia, achei uma do que possa vir a ser nosso próximo Canarinho:

VLT

Já pensou? Esse aí liga Crato a Juazeiro do Norte, é responsável pela movimentação de aproximadamente 1.200 passageiros por dia ao longo de 13,6 quilômetros.

Veja mais.

Saodosa liturina.