Por: Ricardo Daniel Treis | 15/07/2010

Fiquei surpreso com a proposta de revitalização para a beira rio da Epitácio Pessoa. É lamentável a situação da rua quanto ocupação por prostitutas e travestís, e isso precisa ser visto para não apagar o brilho do projeto, porém feita a ressalva, confiram:

(…)a primeira etapa prevê barras para atividades físicas, áreas de estacionamento para equipes de manutenção e para viaturas da Polícia Militar (PM), além de bicicletário para a comunidade. Já a etapa final, contará com dois mirantes, um contemplativo e outro educativo; anfiteatro para educação ambiental; pier; deck; área de ginástica com nove equipamentos; praça infantil; guarita para a PM; marco de referência urbana iluminado, de três metros de altura; sanitários com atendente; e depósito de materiais.

(…)Os quase seis mil metros quadrados de área revitalizada contará, também, com bancos, lixeiras, floreiras, árvores e pisos de paver colorido e de madeira itaúba. Ao longo da via serão 280 metros disponíveis para estacionamento público, sendo uma das vagas, incorporada ao projeto, destinada exclusivamente a ônibus escolares.


A guarita, após ocupação, certamente vai contribuir para uma limpeza no atual perfil dos “frequentadores” da área.

O responsável pelo projeto é o arquiteto e urbanista Carlos Baratto. E muito interessante, tal qual destacou, é a “iniciativa inédita em área pública na região, que é a colocação de cinco placas de sinalização em braile, variando a altura entre um e 1,5 metro, permitindo a circulação de pessoas que tenham alguma dificuldade visual”.

Boa! Leia aqui a matéria completa.