Por: Sistema Por Acaso | 5 anos atrás

Quando eu falei que comprei o meu corset e expliquei para que ele servia, ouvi muitas vezes “ai, tu vai usar isso pra ficar com aquelas cinturas super fininhas? Isso é feio demais, parece um graveto”. Aí eu explicava com calma que não queria ser nenhuma Cathie Jung da vida. Queria ter uma cintura fina e, principalmente, proporcional com as minhas medidas.

Eu não tiro a razão de quem não conhece e se assusta com o tight lacing. Eu, que conheço, fico assustada com o resultado obtido por algumas tightlacers. A Cathie Jung tem a menor cintura do mundo e causa muita estranheza por onde passa.

Cathie Jung, nasceu em 1937 e, no auge de seus 75 anos e mãe de 3 filhos, jura de pé junto que, apesar de ser casada com um cirurgião, nunca fez nenhum tipo de cirurgia para ter essa cinturinha de pilão. Para alcançar a incrível marca de 38 centímetros de circunferência, Cathie usou espartilhos apertadíssimos a maior parte do dia e da noite desde 1983. Além disso, a diferença de tamanho entre os seios e quadris dá a impressão de que a sua cintura é mais fina do que realmente é. Atualmente, ela vive em Old Mystic, no estado do Connecticut e seu marido diz que o uso prolongado do acessório não causou nenhum problema de saúde em sua mulher.


Nos ultimos meses surgiu por aí mais uma tightlacer louca pra arrancar da Cathie Jung o posto de menor cintura do mundo. A alemã Michele Kobke de 24 anos tem usado corsets apertadíssimos nos ultimos três anos para alcançar a marca de 38cm de circunferência de cintura e aparecer no Guinness Book.

Apesar dela afirmar que se sente confortável usando o corset, o uso prejudicou alguns aspectos da sua saúde. Atualmente ela já tem dificuldade para se levantar sem o uso do corset por causa da perda de músculos na parte das costas e da barriga. Outro fato é que ela não consegue se alimentar direito, pois seu estômago teve seu tamanho reduzido. O seu pulmão também perdeu capacidade por causa do uso de corsets muito apertados. Michele já foi alertada por diversos médicos sobre a sua saúde, mas continua afirmando que não sente dor nem desconforto.

Apesar de existirem mulheres como a Cathie e a Michele, a maioria das tightlacer procura modelar o corpo de uma forma proporcional e que pareça natural. Toda praticante de tightlacing sabe os riscos que o mal uso do corset pode trazer para o corpo e a saúde. Então é sempre bom respeitar os limites do seu corpo para não acabar com o corpo deformado e com a saúde prejudicada. E você teria coragem de ter uma cinturinha assim?

Por Tyara Caroline Gaedtke.

Leia os outros posts da série sobre Tightlacing:

1 – O que é tightlacing?
2 – Porque uma cintura fina é atraente?
3 – Os diferentes tipos de Corset
4 – Corset vs Corselet 
5 – Como escolher a sua corsetmaker? 
6 – Como amarrar e desamarrar o seu Corset
7 – Como se acostumar com o seu corset
8 – Como lavar o seu corset
9 – Corset Masculino