Por: Ricardo Daniel Treis | 5 anos atrás

Não bastou inovarem (fabulosamente) no design, o Comitê Olímpico Russo adicionou um toque de excentricidade a algumas das medalhas de ouro dos Jogos de Inverno do próximo ano… Lembram que no começo deste ano caiu um meteorito por lá? Pois então, adivinhem.

cliquem para aumentar

Em 15 de fevereiro de 2014 vai fazer um ano da queda da rocha espacial, então para lembrar da ocasião, adicionaram alguns pedaços dela à composição das medalhas de ouro das provas do dia. Que barato… O atleta não vai só ter faturado o primeiro lugar, como também vai levar pra casa uma medalha feita parcialmente com um material que veio do espaço (bom, mais recentemente, vocês entenderam).

De acordo com o R-Sport, concorrerão às tais medalhas os eventos de 1500 metros de patinação de velocidade no gelo masculino, os 1000 metros e 1500 metros masculinos de patinação de velocidade no gelo de trajeto curto, o salto de esqui masculino, o o esqui cross-country feminino, o super giant slalom feminino e skeleton masculino.


E pra quem mais é fã de design e assim como eu se impressionou com as peças, segue o conceito:

“Conceitualmente, as medalhas de Sochi 2014 seguem a linha adotada no branding da competição, incorporando a “colcha de retalhos” formada pelas diferentes culturas do país. Trazem também o desenho da paisagem local, formada por montanhas nevadas e praias ensolaradas. Na frente, traz os anéis olímpicos e no verso o logotipo e o logotipo do evento. As bordas trazem a inscrição “XXII Jogos Olímpicos de Inverno” em Inglês, Francês e Russo. A medalha russa em algumas partes é vazada, o que lembra o estilo “rosquinha” de Turim 2006. Falando fisicamente delas, as medalhas são feitas de uma mistura de metal e policarbonato, pesando entre 460 e 530 gramas, dependendo do metal usado (ouro, prata ou bronze).”