Por: Ricardo Daniel Treis | 27/07/2011

Opa, logo mais tô lá!

Uma imensidão de concreto, milhares de janelas amontoadas, uma centena de prédios dispostos lado a lado. As grandes cidades reservam panoramas pouco explorados pelos olhares de quem vive nelas. Há recortes únicos prontos a serem descobertos, mesmo nesses cenários tomados pelo cimento. Existe também vida, beleza e movimento pairando no ar.

E é exatamente essa a ótica explícita no trabalho do artista plástico Márcio Paloschi. Inspirado pelo aglomero de construções visto em capitais como Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, ele decidiu, simplesmente, captá-lo. Porém, ateve-se as ângulos livres e distintos, que levam em conta os contornos, assim, como são visualizadas pelos transeuntes.

Recortes e Empilhamentos Urbanos

Os cliques, agora, unem-se e compõem a exposição ‘Recortes e Empilhamentos da Paisagem Urbana!’. Nela é possível perceber a contaminação do espaço, as tramas e as amarras, as formas, os pontos e as linhas. A mostra, que é individual e tem a curadoria de Josué Mattos, será lançada nesta quarta-feira, 27 de julho, na Galeria de Artes do Sesc (Serviço Social do Comércio), em Jaraguá do Sul. A abertura ocorre às 20h e tem acesso livre. Depois, o público ainda pode visitá-la, gratuitamente, até 30 de agosto, sempre de terça-feira a domingo, das 8h30 às 20h30. Os agendamentos devem ser feitos pelo telefone (47) 3275-7811.

Gaúcho radicado em Jaraguá do Sul, Márcio Paloschi é também conhecido pelo trabalho desenvolvido como estilista e figurinista. No mês passado, ele integrou a exposição coletiva Pretexto 2011 do Sesc. Atualmente, se dedica ainda à execução do projeto ‘Terminal Urbano’, selecionado pelo Fundo de Cultura de Jaraguá do Sul.