Por: André Marques | 4 anos atrás

A Malwee acertou os últimos detalhes da compra da marca de moda jovem feminina Mercatto (do Rio de Janeiro) e também o direito de explorar toda a rede de franquias da marca. No entanto, quem continua no controle das lojas próprias continuará sendo a família Marcatto.

O objetivo da Malwee é ter uma presença maior no varejo, portanto a negociação em questão faz todo o sentido para a marca jaraguaense.

Hyosung

A Mercatto é detentora de 100 lojas, destas, 56 estão sob o formato de franquias que estão espalhadas por 18 estados do país. Essas quase 60 lojas e todos os futuros estabelecimentos que forem abertos nesse mesmo formato é que passarão a ser exploradas pela Malwee. As outras 44 lojas são as próprias, que continuarão sob os cuidados da família fundadora.

A marca carioca colocou um pé no freio em relação a sua expansão nesse ano devido à diminuição do consumo no país. Surgiu no Rio há duas décadas e desde 2008 vem apresentando um crescimento anual considerável. Possui capacidade para abrir de 30 a 40 lojas por ano e é aí que a negociação da Malwee terá um efeito muito positivo, com essa associação, esse número poderá ser de até 60.

mercatto_out12

A família concluiu que após o crescimento que sua marca atingiu era necessário uma melhor estrutura e uma administração corporativa e a parceria com a marca Malwee colaborará bastante nesse sentido, mesmo que ela tenha adquirido apenas a marca Mercatto e não a empresa.

A Mercatto é capaz de produzir 5 milhões de peças por ano e possui um faturamento anual de 150 milhões de reais, o da Malwee é de R$ 1,5 bilhão.

Via Textile Industry