Por: | 9 anos atrás

O fato ocorreu ontem na Rua Jorge Czerniewicz.

A Central de Emergência 190 recebeu denúncia da prática de ato libidinoso contra vulnerável. No local a Guarnição PM foi informada pela solicitante J.S. de 39 anos, que ao sair do banho flagrou seu companheiro M.J. de 38 anos, com quem convive  ha 06 anos, no quarto com seu pênis para fora das calças e acariciando o orgão genital da enteada de 09 anos.

Ao ser flagrado e recriminado pela solicitante, o agente se recolheu a casa dos pais situado no terreno ao lado. Relatou ainda a solicitante que a alguns dias ao chegar do trabalho presenciou seu companheiro dormindo com a filha, o que lhe causou extranhesa, razão pela qual tentou conversar com a menor a respeito, mas, esta negou qualquer explicação.

Diante da denúncia os Policiais se  dirigiram a residência vizinha em que se encontrava o agente, que se entregou sem esboçar qualquer reação, sendo preso e encaminhado a Delegacia para os procedimentos inerentes ao crime tipificado pelo artigo 217-A do Código Penal. Acionado também o Conselho Tutelar que acompanhou o caso.