Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

Como o Grupo RBS está envolvido, Rubens Herbst teve acesso a mais alguns dados para publicação. Confere:

“Montanha-russa, Torre do Terror, dois palcos distintos e 20 DJs, alguns nominados entre os melhores do planeta. Com essa fórmula, o Dream Valley Festival pretende se consolidar de imediato como o maior evento de música eletrônica do País e, mais adiante, como uma franquia a vingar em outras paragens. Fruto de uma parceria entre o club Green Valley, a RBS Eventos e a agência 3Plus, o projeto foi lançado ontem, no local onde acontecerá, em16 e 17 de novembro: o Beto Carrero World, em Penha. Numa área de 5 mil m2, as cerca de 20 mil pessoas esperadas a cada dia poderão aproveitar algumas atrações do parque e se esbaldar com os donos dos beats que lá estarão. Aliás, o line-up é mantido em sigilo, mas uma presença certa é o DJ paulista Mario Fischetti (foto), autor da trilha da campanha publicitária. Mas serão levadas em conta as sugestões para o cast recebidas durante uma campanha feita via internet, em fevereiro – até David Guetta apareceu como “dica” do público. Seja como for, a expressão ‘parque de diversões’ ganhará um novo significado a partir do festival: ‘O que buscamos é promover uma experiência catártica, não só centrada no que há de melhor entre os DJs do mundo, mas em cenografia e estrutura’, destacou o gerente executivo de eventos da RBS, Juliano Lissoni.”


E mesmo não tendo line divulgado, a venda de ingressos já tem data marcada: dia 1º de agosto, no site Ingresso Nacional.