Por: Ricardo Daniel Treis | 6 anos atrás

O Senado aprovou ontem o projeto de lei que cria o Vale Cultura — cartão que lembrará um vale-transporte ou um vale alimentação, mas que dará ao trabalhador com renda de até cinco salários mínimos R$ 50 para serem gastos com bens e produtos culturais, ou seja, livros, shows, sessões de cinema ou de teatro, por exemplo.

DEUS MEU, que coisa linda! Mas ó, podem jogar pedra no pessimista, prevejo que vai ter uma porrada de vagabundo saindo direto da livraria a caminho do sebo vender material novo em folha – se não, ato mais decepcionante. Vai ter que rolar algum controle pro asqueroso jeitinho brasileiro não passar por cima dessa.

Em parte, a triagem começa aqui: para ter um Vale Cultura, o trabalhador deverá ganhar até cinco salários mínimos e pagar R$ 5 (10% do valor de face do cartão) pelo benefício.


Parece mentira, mas não é. Leiam a notícia completa n’O Globo.