Por: João Marcos | 4 anos atrás

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu em todo o país a comercialização de um lote de ketchup da norte-americana H.J. Heinz produzido no México, após detecção de fragmentos de pelo de roedores no produto.

A determinação foi publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União após o Centro de Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo ter ordenado o recolhimento do lote 2K04 do ketchup no início do mês por conter pelo de roedores.

A associação de consumidores Proteste denunciava a presença de pelos de roedores no produto há pelo menos seis meses, depois de ter encontrado irregularidades em amostradas compradas em supermercados da região metropolitana de São Paulo no final de 2012.

“Os pelos encontrados no teste demonstram que o alimento é impróprio para consumo, com forte indício de que haja problemas graves de higiene, além da falta de cuidados mínimos para a fabricação ou acondicionamento do ketchup Heinz”, afirmou a entidade em comunicado à imprensa divulgado na sexta-feira passada.

Representantes da Heinz no Brasil ainda não foram localizados para comentar o assunto. Em nota divulgada na semana passada, a empresa afirmou que todos os produtos trazidos para o país são produzidos de acordo com as normas sanitárias de seus países de origem, bem como normas internacionais.

Visto que esse lote de ketchup veio do México,  imagine você o que pode ser colocado dentro de uma tortilla por lá, hein?