Por: João Marcos | 6 anos atrás

Eu já tinha lido essa reportagem antes mesmo da cerimônia de abertura, mas quis publicar somente depois, para ver se isso iria acontecer de fato. Mas pela transmissão ter cortado justo essa parte, e pelo fato ter sido “abafado” acredito que realmente aconteceu.

Um dos atos protocolares previstos para a Cerimônia de Abertura da Olimpíada é que, ao passarem pela rainha Elizabeth II no Estádio Olímpico, todos os porta-bandeiras devem abaixar a bandeira em sinal de reverência. Os Estados Unidos, no entanto, não cumpriram essa parte do ritual, afirmou a chefe de comunicação da delegação americana em Londres, Patrick Sandusky.

Segundo ela, a orientação, passada pelo Comitê Olímpico Americano, não implica em desrespeitar a Coroa Britânica.

“Para esclarecer algumas das declarações que soaram vagas: o Comitê Olímpico Americano sugeriu que não abaixássemos a bandeira na Cerimônia de Abertura. Não abaixarmos a bandeira não significa que seremos desrespeitosos com nossos queridos anfitriões, mas apenas manteremos a tradição de não abaixar a bandeira americana”, explicou Sandusky.

Saudosismo ou patriotismo exagerado? Não sei, o que sei é que se todos os cidadãos do mundo sentissem o orgulho que o povo americano sente pela sua bandeira e pelo seu país muita coisa seria diferente.