Por: Ricardo Daniel Treis | 3 anos atrás

O livro As fantasias eletivas, de Carlos Henrique Schroeder, foi eleito pela Academia Catarinense de Letras uma das melhores obras produzidas no estado em 2014. A lista dos premiados foi divulgada na semana passada, e pegou o escritor de surpresa.

“Fiquei sabendo por um amigo, que veio me parabenizar. Ainda não recebi nada oficial, mas estou contente porque é um passo importante para o livro ter um selo como o da Academia Catarinense de Letras” – comentou Schroeder.

fantasias

VENCEDORES
Foram atribuídos os seguintes prêmios: O Prêmio Othon Gama D’Eça – conjunto da Obra concedido ao escritor Deonísio da Silva, catarinense de Siderópolis, há 12 anos residindo no Rio de Janeiro.

O Prêmio Literário Othon D’Eça é o maior galardão atribuído pela Academia. Na Categoria Ensaio para a obra: Érico Max Muller. Escritor: Jayro Schmidt, editado pela Bernúncia & FCC. Na categoria História os vencedores foram os autores da obra coletiva com 400 páginas “Histórias da Ditadura – Santa Catarina (1964-1985)” organizada por Ana Lice Brancher e Reinaldo Lindolfo Lohn. O escritor Carlos Henrique Schroeder venceu na categoria Romance com a obra “As Fantasias Eletivas” pela Editora Record.

O Conto “Todo Maldito Santo Dia” escrito por Paulino Júnior venceu nessa categoria. Suzana Mafra foi a escolhida com a obra “50 Crônicas Escolhidas” editado pela Design. E na categoria Poesia, foi premiada a obra “Visavis” de Cláudio Dutra, editado pela Insular.


Fontes: 1 e 2.