Por: Anderson Kreutzfeldt | 4 anos atrás

ER7_RE_DEBATE_LEVI_OK_570kbps_2014-09-29327d1989-449c-4f43-bdeb-fd5ed63c4c7b-thumb

O debate entre presidenciáveis da TV Record nesse domingo contou com uma nova polêmica: o candidato Levy Fidelix estava passando em branco até ser questionado por Luciana Genro quanto à união homoafetiva. O candidato acabou despertando revolta nas redes sociais após disparar um discurso agressivo e ignorante.

A pergunta de Luciana Genro: “Os homossexuais, travestis e lésbicas sofrem violência constante. Por que as pessoas que defendem tanto família se recusam a reconehcer como família um casal do mesmo sexo?”

A resposta de Fidelix: “Jogo pesado essa agora, hein? Pelo que vi na vida, dois iguais não fazem filho. E digo mais: aparelho excretor não reproduz. Eu presidente da República não vou estimular a união homoafetiva”.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=oPNs7owXs60#t=45″ autohide=”1″]

Mesmo “desconfortável” com o assunto ele prosseguiu: “você já imaginou o Brasil, tendo 200 milhões de habitantes, se começar com isso, vai passar a ter 100 milhões. Se você for para a Paulista vai ver que está feio o negócio”. Ele afirmou que “os gays precisam de atendimento psicológico e bem longe da gente”. A sua resposta arrancou risos na plateia da Record.

Fonte: ÚltimoSegundo